Com tantas informações relacionadas ao Marketing Digital é muito comum alguns confundirem a diferença entre alguns deles. Veja neste artigo a diferença entre Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing e como eles se complementam.

Provavelmente você já deve ter se perguntado sobre a diferença entre Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo. Certamente, também, deve ter se perguntado se um possui alguma relação com o outro.

Pois então, tanto o Inbound Marketing como o Marketing de Conteúdo são conceitos relativamente novos dentro da área do Marketing Digital, e a maior procura pelo Marketing Digital no Brasil fez aumentar a curiosidade pelos empresários e diversas pessoas ligadas ao marketing.

Afinal, eles são diferente ou sinônimos?

Bem como o que eu busco é deixar claro com este artigo, que estes dois conceitos, na realidade, não devem ser tratados em separados como diferentes muito menos como sinônimos, mas sim, como um sendo o complemento do outro.

Na realidade, o Marketing de Conteúdo é considerada uma das estratégias utilizadas de Inbound Marketing. Por outro lado, não existe Inbound Marketing sem Marketing de Conteúdo.
Vamos analisar cada um deles:

Inbound Marketing

marketing de conteúdo

Então, podemos definir o Inbound Marketing como sendo um Marketing de Atração. A ideia principal por trás do Inbound é, ao invés da empresa buscar pelo cliente, utilizar técnicas para fazer com que o cliente procure pela empresa, através do seu conteúdo original, mecanismos de pesquisa, sites de referências, redes sociais e outros.

No Inbound Marketing é o cliente quem chega até a empresa, mas não necessariamente realiza uma compra, mas sim, ele primeiro busca uma resposta referente à algo que ele precisa, ou, simplesmente, para matar a sua curiosidade e acaba descobrindo uma solução para uma determinada dificuldade que possa estar passando.

Afinal esta técnica se enquadra perfeitamente nos dias atuais pois está cada vez mais comum as pessoas utilizarem os mecanismos de pesquisa para procurarem por respostas para suas dúvidas do que em relação a algum produto específico.

Portanto outra questão importante em relação ao Inbound Marketing é que ele não se resume simplesmente apenas ao visitante e cliente. Ao contrário do Marketing Tradicional, existe um funil de vendas que segue uma ordem bem mais complexa e definida.

Funil de Vendas

  • Visitantes: Estão conhecendo o seu site e ainda não compartilharam nenhum contato com a sua empresa;
  • Lead: Assinou alguma newsletter ou realizou um download gratuito de algum material fornecido, deixando alguns dados de contato como nome, nome da empresa e email;
  • Oportunidade: São aqueles leads que estão prontos para realizarem alguma compra e que foram de alguma forma “educados” com o tempo devido ao conteúdo gerado pelo site. É somente neste momento em que o vendedor entrará em contato direto com o possível cliente;
  • Cliente: Pronto, a pessoa conheceu a sua empresa, estudou o seu conteúdo e realizou a compra de algum produto/serviço oferecido pelo seu site.

Mas você pode verificar que não trata-se somente do visitante acessar o seu site e já irá se tornar um cliente direto. Com o Inbound Marketing, as vendas ocorrem em processos, onde as pessoas conhecem o seu site, já possuem o conhecimento sobre os problemas que elas possuem e das possíveis soluções que você possui para entregar.

Além do mais, existem basicamente 05 etapas essenciais que fazem parte de uma ótima estratégia de Inbound Marketing. Isso pode tornar a metodologia um processo mais organizado e previsível para a aquisição de clientes.

Estratégia de Marketing

  • Atração: Trazer mais visitantes através de conteúdo gerado. A atração pode acontecer em buscas orgânica, patrocinadas ou redes sociais;
  • Conversão: Coletar os dados dos acessos para iniciar um relacionamento direto com eles, transformando-os em leads. A conversão pode ocorrer oferecendo uma oferta gratuita de algum ebook em uma Landing Page;
  • Relacionamento: É o ponto principal para conduzir os leads até o processo final da compra. Utilize as redes sociais, e-mail marketing e prepare o caminho para a venda alimentando com conteúdo os seus leads;
  • Venda: Após um relacionamento com os leads já mais próximos, o momento da compra acaba se tornando muito mais simples e eficaz, gerando muito mais resultados.
  • Alinhamento: Alinhe a sua equipe de vendas com a de marketing, qualificando os leads para vender os produtos ou serviços certos para os clientes certos;
  • Análise: Para melhorar e manter os processos em pleno funcionamento, procure examinar todas as etapas para otimizar os ajustes necessários.

Marketing de Conteúdo

marketing de conteúdo

Como resultado o Marketing de Conteúdo é todo e qualquer tipo de conteúdo desenvolvido para educar, informar ou entreter o seu futuro cliente. Podemos considerá-lo como parte fundamental para o trabalho do Inbound Marketing.

Principalmente a ideia é informar aos usuários, fazendo eles não somente respeitarem a sua marca, como também utilizarem como referência, além, é claro, torná-los clientes.

O principal conceito do Marketing de Conteúdo é novo. Porém, as suas aplicações já acontecem antes mesmo da era digital.

Em conclusão diferente de uma Assessoria de Marketing, o Marketing de Conteúdo não é sobre falar sobre a empresa em si, mas sobre o que a empresa pode oferecer para os seus clientes, através de posts em blogs e conteúdo relevante nas redes sociais.

Marketing de Conteúdo dentro do Inbound Marketing



A aplicação do Inbound Marketing está relacionado a atrair as pessoas para uma determinada oferta, produto ou serviço, trocando por seus dados cadastrais para educá-las até que se tornem clientes efetivamente.

Entretanto, essa etapa do Inbound Marketing está ligada diretamente ao contato com o Marketing de Conteúdo, pois não é possível gerar leads de qualidade sem bons conteúdos.

Portanto, o Marketing de Conteúdo é uma estratégia de relacionamento entre o consumidor e o Inbound Marketing como uma forma estratégica para converter vendas.

Então não existe Inbound Marketing ou Marketing de Conteúdo, mas sim Inbound Marketing e Marketing de Conteúdo. Um não existe sem o outro.



Deixe seu comentário 👇